Estupro e morte de esposa de Pastor gera protesto nas ruas de SP

Estupro e morte de esposa de Pastor gera protesto nas ruas de SP
O acusado teve a prisão preventiva negada pela justiça, deixando todos indignados

Estupro e morte de esposa de Pastor gera protesto nas ruas de SP





Amigos e parentes de Fátima Viana, esposa do pastor Daniel Viana, vítima de estupro e assassinato, fizeram um protesto na Avenida Paulista, em São Paulo, com o objetivo de pedir a prisão do assassino e estuprador, o vizinho da vítima, Victor Rodrigues Ramos.


Apesar do acusado ter confessado que estuprou, matou, e escondeu o corpo, e estar em liberdade condicional pelo crime de receptação, o acusado teve a prisão preventiva negada pela justiça, deixando todos indignados.

"Ele violenta minha esposa, ele assassina minha esposa, ele confessa isso dentro de um fórum, vai pra uma delegacia, e antes de eu reconhecer o corpo de minha esposa no IML, esse cara tá na rua, como que eu vejo isso? Não sei como que eu vejo isso não". Lamenta o marido da vítima.

O delegado do caso disse que o documento em que a prisão do meliante foi negada, não tem assinatura de nenhum juiz, e o Tribunal de Justiça disse que o caso corre em segredo de justiça.

Deixe seu comentário!: