Extremistas invadem Igreja e espancam Pastor durante um Culto

Extremistas invadem Igreja e espancam Pastor durante um Culto
Pastor Ram, foi espancado de tal maneira que ele tinha um corte de 3 polegadas em sua mão


Extremistas invadem Igreja e espancam Pastor durante um Culto






Cristãos em Uttar Pradesh, um estado da Índia e mais populoso do mundo com 200 milhões de habitantes, já foram atacados por elementos anti-cristãos várias vezes, e são ameaçados e acusados com denúncias falsas e por influência política.

Em um dos incidentes, uma igreja que permanece fechada por mais de um mês, quatro extremistas hindus mascarados invadiram a reunião e bateram num Pastor de 66 anos até deixá-lo inconsciente.
Após a oração e canção em sua Igreja ,de repente, esses extremistas hindus invadiram o local e bateram no velho pastor com bambus e varas, alegando conversão forçada.
Pastor Ram, foi espancado de tal maneira que ele tinha um corte de 3 polegadas em sua mão e estava sangrando profundamente e sua mão recebeu múltiplas fraturas.
"Alegaram ainda que, devido à igreja e a pregação, todos os feiticeiros na área tinha perdido seus negócios, como o povo já não acreditava neles, mas em Jesus." disse o Pastor.
Os membros  tentaram ajudar o pastor juntamente com sua esposa que também acabou sendo espancada. Os membros da igreja, desde então, estão com muito medo de assistir aos cultos, disse o Pastor Ram, que ainda tenta se recuperar completamente física e emocionalmente.
Em 28 de fevereiro, o hindu extremista, líder Anti Cristão Raj Bhar e quatro policiais chegaram a uma reunião da igreja, e levou os pastores Ram e Bahadur a uma delegacia acusando-os com falsas alegações. 
Cerca de 300 cristãos apareceram na delegacia de polícia, dizendo que eles participaram da igreja de sua própria escolha e livre-arbítrio e que eles haviam encontrado a paz e a cura no Senhor Jesus Cristo, e que ninguém os forçou, disse Bahadur. Os cristãos convenceram a polícia a liberar os pastores sem acusações.

Deixe seu comentário!: