Ex-Muçulmano Batiza Convertidos na Mesma Praia onde o EI Decapitou 21 Cristãos

Ex-Muçulmano Batiza Convertidos na Mesma Praia onde o EI Decapitou 21 Cristãos

Ex-muçulmano batiza novos cristãos na mesma praia onde o Estado Islâmico decapitou 21 cristãos na Líbia. Shahid (não é seu nome verdadeiro para fins de segurança), é da Líbia e cresceu um muçulmano devoto.

Ele abriu igrejas em toda a África do Norte e Europa. De acordo com LTW, Shahid foi compartilhar o amor de Cristo com os seguidores muçulmanos e muitos se voltaram para a fé em Jesus Cristo.

Dois anos depois de deixar o Islã, ele fundou 11 igrejas por toda o norte  da África e Europa e está batizando muçulmanos convertidos.

Shahid passou 14 anos de sua vida frequentando escolas muçulmanas, onde uma interpretação estrita da jurisprudência islâmica foi ensinada. Ele tornou-se um especialista no Alcorão, o livro sagrado dos muçulmanos. E quanta mais ele examinava as leis muçulmanas, mais ele se desiludia com o que lia.

"Pouco a pouco, eu tinha sérias preocupações sobre o Islã." disse Shahid." Para obter algumas respostas às suas perguntas, ele procurou o conselho de amigos e familiares. Mas eles disseram para Shahid não questionar essa fé e até foram hostis.

"Eles me disseram que há um verso no Alcorão que incita os muçulmanos a não procurar respostas a perguntas sobre algumas coisas, pois isso pode prejudicá-los se eles soubessem as respostas."


Dúvidas, questões e imprecisões sobre a sua fé atormentavam Shahid. Desesperado e desanimado, Shahid decidiu abandonar a sua fé de infância e se tornar um ateu.


Foi quando a partir de um programa evangelístico via satélite que ele começou a se reunir secretamente com cristãos que o apresentaram a fé em Jesus Cristo.

"Eu aprendi sobre quem é Jesus e como ser um cristão. Estudamos como viver com Cristo, a comunhão com Ele, e ser parte da igreja ".


Depois de vários meses de meditações bíblicas intensivas, Shahid disse que aceitou a salvação de Jesus e foi batizado. Inspirado com a revelação do profundo amor de Deus por ele, Shahid disse que se sentiu obrigado a compartilhar sua nova fé com seus compatriotas na Líbia e outros em toda a região.

"Eu não conseguia manter minha boca fechada", disse Shahid. "Eu tinha que compartilhar Jesus com os outros."

Shahid recentemente compartilhou uma foto batizando novos convertidos ao cristianismo nas mesmas margens do Norte de África, aonde o grupo terrorista islâmico decapitou 21 cristãos em fevereiro de 2015.

"Ele é um homem livre", disse Youssef do testemunho de Shahid. "Mais importante, ele é livre em Cristo!"

Deixe seu comentário!: