Freira causa indignação ao afirmar que Maria não morreu virgem

Um freira argentina residente em um convento na Espanha há 26 anos, tem causado muita indignação entre o meio católico ao ter afirmado em um programa de televisão que Maria teve relações sexuais com José.

Ela disse que os dois estavam apaixonados e o normal de um casal assim, é se relacionar sexualmente e que o sexo é uma expressão de sentimento de amor e que a igreja trata do assunto como algo sujo e escondido mas é uma benção.


Freira causa indignação ao afirmar que Maria não morreu virgem


A freira disse que é difícil de acreditar e aceitar e que seguem regras inventadas sem chegar à verdadeira mensagem.

As declarações da freira fizeram o Bispo responsável pela região a rapidamente emitir uma nota onde diz: "A crença de que Maria era uma virgem perpétua faz parte da fé da Igreja desde os seus primórdios e que esta verdade da fé foi recolhida e proclamada pelo Segundo Concílio de Constantinopla, sendo o principal dogma mariano observado pelos cristãos católicos e ortodoxos".

Nas passagens bíblicas onde é citado os irmãos de Jesus, o Concílio Católico entendeu que a palavra grega traduzida não é irmãos e sim primos. 

A freira Lucia Caram que se tornou popular por apresentar um programa de tv de culinária e entrar na política em favor da independência catalã e ter mais de 180.000 seguidores no twitter, tem sofrido perseguições e até ameaças de morte, dizendo que seus perseguidores estão sedentos de vingança e animados pelo ódio com difamações e ameaças graves em vários meios. 

Em um programa de televisão ela pediu perdão: "Dói o sofrimento das pessoas e, especialmente, das pessoas comuns. Se alguém se sentiu ofendido. Peço desculpas".

Informações de The Local e RT.

Deixe seu comentário!: